.: Prefeitura De Araguaina :.
Terça-feira, 18 De Junho De 2019 |    CLIMA: Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. | Mínima: 21ºC | Máxima: 31 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Reunião legaliza comércio ambulante de Araguaína

Publicado: Data: 30/08/2013 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

A partir desta segunda-feira, 2 de setembro, os ambulantes cadastrados e autorizados pela Prefeitura usarão coletes e estarão nas ruas transversais às principais avenidas comerciais da cidade

 

Cerca de oitenta profissionais ambulantes de Araguaína receberam coletes e atualizaram seus cadastros junto à Prefeitura, por meio da Fundação de Atividade Municipal Comunitária (FUNAMC). A entrega dos materiais e palestras sobre orientações quanto ao uso do espaço público da cidade foram realizadas na manhã desta sexta-feira, 30, no auditório da Prefeitura.

A ação visa melhorar o atendimento aos araguainenses e visitantes, tornar a cidade ainda mais acolhedora e formalizar a situação desses profissionais. “Eles agora serão identificados e respeitados pela população. Essa nova forma de comercializar trará uma melhor imagem para a cidade, devido à organização”, apontou a secretária de Trabalho e Ação Social e presidente da FUNAMC, Cleomar Ribeiro.

 

Linhas de crédito

 

A secretária ainda falou que, após a formalização, esses profissionais terão acesso a linhas de crédito bancárias. “Iremos encaminhá-los ao Sebrae para que trabalhem com o suporte necessário dado aos microempreendedores individuais. Os bancos já oferecem linhas de créditos de até dois mil reais para esses profissionais e iremos orientá-los quanto a esses benefícios”, finalizou.

 

Fiscalização

 

O diretor da Divisão de Fiscalização e Postura do Município, Thiago Spacassassi, orientou os profissionais quanto aos seus direitos e deveres e apontou que novos cadastros não serão aceitos. “Não aceitaremos novos ambulantes. Os já cadastrados junto à Prefeitura terão o suporte necessário, como orientações e crédito, mas os que não seguirem as regras poderão perder a licença”, lembra o diretor.

Scapassassi ainda informou aos ambulantes que o cadastro é intransferível e, caso desistam, não poderãorepassar a licença paranovos profissionais.

 

Legalização

 

Vendedor de produtos importados há cinco anos com ponto na Avenida Cônego João Lima, Inácio Fernandes de Sousa, 53, disse que a formalização trará mais tranquilidade aos profissionais. “É muito importante essa legalização, assim a gente fica tranquilo e sabe que está trabalhando corretamente”, afirmou o vendedor.

 

Rodoshopping

 

O diretor Thiago Spacassassi lembrou aos ambulantes que após a construção do rodoshopping na cidade, compromisso da atual gestão, os ambulantes serão transferidos para o local. “No rodoshopping, eles terão melhores condições de trabalho e por lá trafegarão muitas pessoas. No local, funcionarão diversos órgãos públicos, como o É Pra Já Municipal, e terá uma ligação direta com a rodoviária”, disse Scapassassi.


Crédito: Leila Mell - Ascom Prefeitura

Publicado: Data: 30/08/2013 Autor:Ascom







voltar