.: Prefeitura De Araguaina :.
Terça-feira, 18 De Junho De 2019 |    CLIMA: Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. | Mínima: 21ºC | Máxima: 31 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Encontro sobre Leitura Inclusiva reúne mais de 200 educadores

Publicado: Data: 30/11/2016 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Professores, bibliotecários e acadêmicos de pedagogia e demais licenciaturas participaram do evento

Por Abdon Barbosa 

As estratégias de divulgação e o aprimoramento de práticas educacionais e sociais de acesso à leitura e à informação para pessoas com deficiência auditiva, visual e outras foram discutidos na última terça-feira, durante o 1º. Encontro sobre Leitura Inclusiva para pessoas com deficiência.  

Realizado pela Prefeitura de Araguaína, por meio da Diretoria de Ensino Especial da Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, o evento contou com a participação de mais de 200 profissionais que atuam com alunos que apresentam alguma deficiência auditiva e ou visual. O encontro faz parte da Rede Inclusiva de Leitura.

O evento contou com palestras, mesa redonda e seis oficinas direcionadas aos profissionais que trabalham com esse público. A primeira parte do evento, realizada no período vespertino, no auditório do ITPAC, contou com várias palestras, dentre elas a que foi ministrada por Perla Assunção, representante da Fundação Dorina Nowill, com o tema Conhecendo a Rede de Leitura Inclusiva.

"Obter essas informações neste momento em que se tanto fala sobre inclusão, só enriquece o no nosso conhecimento para aplicação de novas práticas no dia a dia", disse a técnica em educação Edna Rocha.

Na segunda parte do evento, realizada à noite na Escola Estadual Modelo, aconteceram seis oficinas abordando temáticas a serem trabalhadas com os alunos, como a Língua Brasileira de Sinais, Leitura e Escrita Braille, Produção e adaptação de atividades escolares em relevo e em Braille, Práticas de Leitura Inclusiva, Orientação e Mobilidade e Leitura Indígena.

Para a Diretora de Ensino Especial da Semed, Valdene Martins, o município de Araguaína tem dado uma atenção especial a todos os alunos que apresentem algum tipo de deficiência. "O município tem investido cada vez mais na qualificação dos nossos docentes, e até familiares de pessoas com deficiência. Com isso, temos observado grandes avanços no que se refere ao aprendizado dessas crianças”, pontuou.

Publicado: Data: 30/11/2016 Autor:Ascom







voltar