.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 22 De Setembro De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 24ºC | Máxima: 37 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Vida Nova para 12 dependentes químicos recuperados

Publicado: Data: 26/01/2015 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Autoridades e familiares se emocionaram com o resultado do tratamento, o que marca o início de uma nova vida para essas pessoas

“Sozinho você não consegue, precisamos de apoio”. Foi assim que o dependente químico Raildo Santos e Silva falou sobre sua recuperação, iniciada há nove meses na Comunidade Terapêutica Vida Nova que atua em Araguaína, com apoio da Prefeitura. Na tarde do último domingo, dia 25, doze pessoas foram reinseridas na sociedade e receberam o diploma de recuperação.

Durante o evento, o prefeito Ronaldo Dimas por diversas vezes se emocionou com o depoimento dos internos ao se referirem à “vida” que levavam antes. “O maior sofrimento que presenciamos durante a campanha foi ver pessoas como vocês e seus familiares em situações críticas e com poucas chances de mudança. Fizemos o compromisso em ajudá-los e agora estamos aqui nos emocionando com o resultado. Estou muito feliz e agradeço a Deus por fazer parte desse momento”, apontou o prefeito.

Formandos
Os 12 formandos foram inseridos ao mercado de trabalho e trabalharão em frigoríficos, empresas de refrigeração e órgãos públicos. Ao lado de sua mãe, esposa e filho, Raildo contou que sua maior vitória é poder olhar as pessoas nos olhos outra vez. “Hoje a vitória é também da minha família. Eu agora sei o que é ser feliz”, contou emocionado. A mãe dele, Ana Iza, disse não ter palavras para resumir o que passou e resumiu: “É como se ele tivesse ressuscitado”. 

O dependente Jorge Setúbal, hoje com 34 anos, disse que passou dois anos viciado em crack. “Desde os 32 anos que eu não vivia. É uma vida que se você não buscar ajuda e a Deus não consegue sair. Agradeço a minha família que sempre me apoiou”, apontou.

Parcerias
O pastor Wagner Enoque, presidente da Comunidade Vida Nova, diz que ver na recuperação das pessoas um aprendizado. “Estamos comemorando um ano de atuação em Araguaína com excelentes resultados. Conseguimos resgatar a essência de todos aqui envolvidos. Pessoas ótimas e que possuem muito amor e força de vontade para vencer”.

Para o deputado César Halum, presente ao evento, os resultados são satisfatórios e destinará verba para construção de novos blocos. “Vemos que deu certo com pouco, imagina com apoio e estrutura”, ratificou o deputado.

A primeira-dama, Nil Dimas, bastante lembrada durante o evento, acompanha de perto o trabalho da comunidade. “É um sonho realizado, porque idealizamos e agora estamos vendo os resultados”, comemorou, acrescentando que a maior alegria é ver as pessoas recebendo suas vidas de volta. “Antes essas pessoas não viviam e agora já saem para o mercado de trabalho”. Na oportunidade, ela também agradeceu aos empresários e igrejas que apoiam o projeto.

A secretária do Trabalho e Ação Social, Cleomar Ribeiro, vê na espiritualidade a solução para a vitória junto ao vício. “Deus fez grandes coisas nesse lugar e colocou o propósito no coração da Nil e do Wagner”, afirmou. O vereador Xeroso contou que destinou verbas para a entidade e tem orgulho por tê-lo feito. “Desde o meu primeiro mandato lutei para que outros gestores tivessem a sensibilidade do Ronaldo em recuperar não apenas a cidade, mas seres humanos”, comentou.

Comunidade
A Comunidade Terapêutica Vida Nova foi fundada em 3 de fevereiro de 2014, com a missão de recuperar usuários de drogas. O espaço cedido pela Prefeitura está localizado na área do antigo viveiro, a cerca de quatro quilômetros da cidade, onde os internos contam com uma estrutura formada por galpão, alojamento coletivo, banheiros, refeitório, escritório, cozinha, biblioteca, salão para atividades e despensa de alimentos.

Além disso, os internos realizam atividades domésticas (laborterapias), cultivam hortas e produzem mudas frutíferas, cuidam de pesqueiro e fazem cursos profissionalizantes com apoio da Prefeitura. Parcerias com o ITPAC e o CAPS AD III proporcionou atendimento médico aos internos, garantiu mais livros para a biblioteca, doações de medicamentos controlados, mantimentos e favoreceu uma triagem ética e humana de acolhimento. A unidade terapêutica é comtemplada também com verduras e frutas do Programa Compra Direta.

A casa de recuperação tem capacidade para 30 pessoas e a internação é voluntária. A comunidade é a única do Tocantins que possui um agente redutor de danos, profissional que trabalha com a conscientização da população, na tentativa de reduzir os riscos e danos causados pelas drogas.

Publicado: Data: 26/01/2015 Autor:Ascom







voltar