.: Prefeitura De Araguaina :.
Segunda-feira, 06 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 20ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura é parceira em encontro sobre florestas plantadas

Publicado: Data: 28/10/2015 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Durante evento foi apresentado o diagnóstico desse plantio no Tocantins e casos de sucesso

Por Joselita Matos 

Disseminar o conhecimento sobre o plantio de florestas, apresentando casos de sucesso na cultura do eucalipto e da seringueira no Tocantins, além de apresentar o Diagnóstico de Florestas Plantadas do Estado do Tocantins. Esse foi o principal objetivo do Encontro Estadual sobre Florestas Plantadas realizado na noite desta terça-feira, 27, no tatersal do Parque de Exposições Dair José Lourenço, em Araguaína. O encontro foi promovido pelo Sebrae Tocantins, com parceria da Prefeitura.

Prestigiaram o evento produtores de Araguaína e da região circunvizinha, além de caravanas dos municípios de Araguatins, Augustinópolis e Palmas. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Joaquim Quinta Neto, esteve presente no encontro representando o prefeito Ronaldo Dimas, em viagem a Brasília.

Quinta Neto explicou que o município de Araguaína vem encarando com muita atenção o assunto silvicultura. “Você para pensar que no cenário hoje 64% da madeira plantada no Estado está na nossa região, nós temos aqui uma empresa a EcoBrasil Florestas que só em Araguaína tem quase 10 mil hectares de área plantada e quase 50 mil no Estado todo. Toda essa produção está concentrada na região norte do Estado”, explicou.

O secretário destacou ainda a implantação do Parque Tecnológico de Araguaína (PqTA), um ambiente institucional de startups e de incubação para novas empresas, transferências de novas tecnologias, principalmente de pesquisas voltadas para a indústria madeireira. “A intenção é de se formar um cluster da indústria madeireira”, afirmou.

“Temos também a Embrapa que está se instalando aqui, inclusive o Município está começando a elaborar o projeto para trazer a Embrapa para cá. A madeira hoje está na ordem do dia, a floresta plantada está na ordem do dia do Município; ela tem um fator muito importante para a nossa cadeia econômica, porque gera emprego, divisas para o município e contribui, principalmente, para o fortalecimento da nossa balança comercial”, finalizou o secretário.

Diagnóstico

O palestrante José Fernando Canuto Benesi, da Associação Brasileira de Produtores e Beneficiadores de Borracha Natural (Abrabor), apresentou o Diagnóstico de Florestas Plantadas no Tocantins durante o encontro.

De acordo com Canuto Benesi, pelo levantamento realizado, o Tocantins hoje conta com uma área efetivamente plantada de 131.049 hectares; sendo que desses 131 mil hectares, 126.430 hectares são para fins madeireiros, principalmente eucalipto e peca. “Fora essa área, nós temos aqueles cultivos, que não são para fins madeireiros, e que se destacam o plantio das seringueiras, que já tem mais de quatro mil hectares plantados”, explicou.

Ainda segundo o palestrante, o Tocantins é um Estado que tem uma aptidão florestal muito grande, devido à temperatura, luminosidade, ideal para o desenvolvimento da silvicultura de um modo geral.  Comentou ainda sobre a instalação de uma unidade da Embrapa em Araguaína.

“Vai ajudar e muito, até porque, o que falta muito hoje, em todas as áreas do agronegócio, mas principalmente nessa área de florestas, são pesquisas que possam dizer ao produtor com certeza como e onde deve plantar”, afirmou.

Publicado: Data: 28/10/2015 Autor:Ascom







voltar