.: Prefeitura De Araguaina :.
Quarta-feira, 08 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura de Araguaína realiza capacitação sobre autismo

Publicado: Data: 01/04/2016 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

 

O evento é para médicos e enfermeiros. Um dos objetivos é detectar o distúrbio neurológico.  A capacitação promove também o diálogo dos profissionais sobre o autismo

Por: Gláucia Mendes 

Médica pediatra e com um filho autista, Luciana de Souza se dedicou à pesquisa sobre o assunto e durante todo o dia de hoje, no auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) em Araguaína, realiza palestra sobre o tema, para médicos e enfermeiros da Estratégia Saúde da Família (ESF). O evento da Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Saúde, é em comemoração ao Dia Nacional sobre a Consciência Autista, celebrado amanhã, dia 2 de abril.

A médica contou que, quando soube que o filho era autista, chegou a se isolar por seis meses. “Só que este comportamento não é saudável nem para a criança nem para os familiares e, quando dividi isso com a minha família, tudo foi mais fácil e então me dediquei ainda mais a estudar sobre o caso”, contou.

“A aceitação de uma criança com autismo está associada a uma atitude positiva de entusiasmo e esperança, em relação ao potencial de desenvolvimento desta pessoa, sendo esses os princípios básicos para o tratamento”, explicou a médica.

Participantes

A médica psiquiatra Fernanda Pascoal Lemos contou que atende muitas crianças. “Esta capacitação é muito importante para podermos detectar o autismo. Principalmente naquelas crianças que vêm de famílias mais carentes, os pais às vezes não conseguem descobrir sozinhos e, com nossa ajuda, tudo ficará mais fácil”, disse.

 

Autismo

O autismo é um transtorno de desenvolvimento que, de acordo com os especialistas, aparece nos três primeiros anos de vida da criança. O autismo pode comprometer habilidades importantes do desenvolvimento como comunicação e interação social. 

Alguns sinais podem ser detectados em bebês. Não fazer gestos com as mãos, com um ano e seis meses de vida, não falar palavras simples e aos dois anos não conseguir formar nenhuma frase ao falar são exemplos de ações que podem indicar uma criança autista. De acordo com a médica pediatra Luciana Souza, outras características são: o não-gosto por cores e objetos iguais e colocar os brinquedos em fila.

 A terapia cognitiva é o tratamento base para crianças autistas.

Serviço
O quê? Capacitação sobre autismo;
Onde? Auditório do Cerest;
Quando?  Acontece hoje, das 14 às 18 horas.

Publicado: Data: 01/04/2016 Autor:Ascom







voltar