.: Prefeitura De Araguaina :.
Sábado, 11 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 21ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Vigilância Epidemiológica realiza campanha de conscientização sobre Hepatites Virais

Publicado: Data: 29/08/2018 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Atividades educativas estão sendo realizadas nas Unidades Básicas de Saúde, hospitais, instituições de ensino, indústria e comércio

Por Flávio Martin - Foto: Leila Mel

A Vigilância Epidemiológica Municipal está realizando, desde a última segunda-feira, 27, a campanha contra Hepatites Virais. Até dia 31 de agosto, o Município intensifica as atividades educativas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), hospitais, instituições de ensino, indústria e comércio, com palestras e distribuição de preservativos.
 
Na manhã de hoje, alunos do curso Técnico de Enfermagem do Instituto Federal Tocantins (IFTO) assistiram a uma palestra sobre o tema.
 
De acordo com a coordenadora da Vigilância, Priscila Brás Paranaguá, nas 20 UBS de Araguaína são realizados testes rápidos para Hepatites Virais. “É uma doença que, muitas vezes, pode ser silenciosa. Uma pessoa acaba transmitindo para outras sem saber que está com o vírus. Por isso, é muito importante que façamos exames regulamente. Para descobrir as Hepatites Virais B ou C é muito rápido, o teste fica pronto em 30 minutos”.
 
A Campanha Nacional de Conscientização e Prevenção contra as Hepatites Virais acontece sempre em julho, mês de férias escolares, mas a saúde municipal opta por fazer a campanha em agosto, para levar o conhecimento também às instituições de ensino. “A gente espera que os alunos sejam multiplicadores das orientações para a prevenção do contágio, desde coisas muito básicas, como lavar as mãos e alimentos, ou evitar o contato com sangue de outra pessoa”, explicou a coordenadora.
 
Dados locais
De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica do Município, de janeiro a agosto de 2017, foram 276 notificações e 15 confirmações de Hepatites Virais. No mesmo período de 2018, foram 258 casos investigados e 23 confirmados, sendo 21 da Hepatite B e 2 da Hepatite C.
 
Contágio
Se você já se expôs a algumas dessas situações: condições precárias de saneamento básico e água ou de higiene pessoal e dos alimentos; sexo desprotegido ou compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam é recomendado fazer o teste. O contágio também pode acontecer de mãe para o filho durante a gravidez, sendo no parto ou na amamentação.
 
Sinais e sintomas
As hepatites nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser identificados pelo cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. “A urina fica da cor da Coca-Cola e as fazes parece aquela massa branca que o vidraceiro usa”.
 
Programação
Quarta-feira (dia 29)
19h30 – Palestra sobre Hepatites Virais (Instituto Carlos Chagas – INCAR)
 
Quinta-feira (dia 30)
19h30 – Palestra sobre Hepatites Virais (Instituto Carlos Chagas – INCAR)

Publicado: Data: 29/08/2018 Autor:Ascom







voltar