.: Prefeitura De Araguaina :.
Sábado, 04 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura de Araguaína abre chamamento para contratação de 22 médicos

Publicado: Data: 17/06/2019 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Profissionais atuarão nas unidades básicas de saúde e outros dois órgãos do Município

Por Marcelo Martin - Foto: Marcos Sandes/Ascom

A Prefeitura de Araguaína abriu chamamento público para contratação de 20 médicos generalistas e dois médicos psiquiatras. O documento foi publicado no Diário Oficial nº 1833, desta segunda-feira, 17, que será publicado amanhã, dia 18, e é válido até 31 de agosto.
 
Os médicos de atendimento geral serão disponibilizados às unidades básicas de saúde (UBS) e os dois especialistas serão encaminhados para atender aos pacientes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e do Centro de Atendimento Psicossocial de Álcool e outras Drogas (CAPS/AD).
 
A contratação pelo período de um ano será imediata e poderá ser estendida por mais um. O início das atividades será logo após a realização do teste profissiográfico, que avalia se o perfil do candidato é compatível com as necessidades da função. O salário bruto é de R$ 10.064,00 por 40 horas semanais.
 
Os interessados devem entregar o currículo à Superintendência de Atenção Básica, na Secretaria de Saúde, localizada na Rua 7 de Setembro, nº 555, no Centro, das 12 às 18 horas. Ou enviá-lo para o e-mail [email protected]. Mais informações podem ser obtidas pelo número (63) 3411-7041, no mesmo horário de funcionamento.
 
Recontratação
O chamamento é uma das medidas adotadas como alternativas para a falta de médicos que migraram do Município após o fim do Programa Mais Médicos.
 
As novas regras impossibilitaram que os médicos contratados pela Prefeitura se candidatassem para essas vagas em Araguaína. Atualmente, são 46 equipes do Programa Saúde da Família e 20 delas estão sem o profissional.

Publicado: Data: 17/06/2019 Autor:Ascom







voltar