.: Prefeitura De Araguaina :.
Quarta-feira, 15 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura de Araguaína inicia produção de 20 mil máscaras para doação

Publicado: Data: 11/04/2020 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Foram selecionadas 20 costureiras para confeccionar em média 1.000 unidades diárias. Entrega para famílias carentes junto às cestas básicas inicia nesta segunda-feira, 13

Por Marcelo Martin - Foto: Marcos Sandes/Ascom

á foram confeccionadas até este sábado 500 máscaras de proteção respiratória que serão doadas às famílias carentes de Araguaína. A ação da Prefeitura, por meio Secretaria da Assistência Social e Trabalho, conta com a participação de 20 costureiras que foram selecionadas para produzir 20 mil unidades, em 30 dias. Os itens serão entregues junto às cestas básicas que estão sendo distribuídas.
 
De acordo com o diretor municipal de Proteção Social Especial, Lucas Andrade, a produção pode dobrar nos próximos dias. “Depois desse período de adaptação, acreditamos que as costureiras consigam fazer até 1.000 máscaras por dia”, afirmou. Com essa velocidade, o objetivo seria alcançado antes do prazo. “Dependendo da demanda, compraremos mais material para produzir mais unidades”, estimou.
 
As entregas das máscaras já começam nesta segunda-feira, 13, e cada família cadastrada para receber uma cesta básica do Município também ganhará três unidades. “Três é o número mínimo que será entregue em cada casa, mas podemos doar mais unidades caso os assistentes sociais identifiquem a necessidade”, explicou. O item é reutilizável após a higienização com água e sabão ou água sanitária.
 
O tecido 100% algodão e todo o material para confecção é disponibilizado pela Prefeitura, que compra cada máscara com corte, costura e acabamento por R$ 1. A produção é em parceria com o Instituto Humanitário Anita Luiza, que fica no Setor Maracanã.
 
Uso obrigatório
Araguaína é a primeira cidade brasileira a obrigar moradores a usarem máscaras respiratórias em locais públicos. A regra começa a valer a partir do dia 17 de abril e foi regulamentada pelo Decreto Municipal nº 217/20, que está publicado no Diário Oficial do dia 6. Somente não são considerados ambientes públicos ou de livre acesso as residências e locais públicos e privados onde somente uma pessoa utilize ou trabalhe.
 
Consciência de todos
A máscara pode caseira, ser feita de qualquer material, como retalhos de tecido. A Prefeitura espera a conscientização dos araguainenses no combate à covid-19. Caso descumpra, a multa para quem for flagrado sem o item é de R$ 50, sendo R$ 100 por reincidência e no terceiro flagrante a pessoa responderá por crime contra ordem e saúde pública. A receita oriunda de eventuais multas será destinada à aquisição de equipamentos e insumos para o combate à pandemia.
 
A fiscalização será feita conjuntamente pela Vigilância Epidemiológica, Fiscalização Ambiental, Fiscalização de Posturas, Fiscalização Sanitária, Fiscalização Fazendária e Agência de Segurança, Transporte e Trânsito, com apoio das Polícias Militar, Civil e Ambiental e Corpo de Bombeiros. As denúncias devem ser feitas peles telefones 190; 9.9949-5394; 3411-5640 e 3411-5639 em horário comercial; por mensagem via Whatsapp 9.9972-6133; ou e-mail [email protected].
 
Garantia de alimentação
Várias famílias vulneráveis de Araguaína já recebem alimentação por meio da Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc), que no ano passado distribuiu duas mil cestas básicas. Para manter a segurança alimentar, a Prefeitura implementou os programas para fornecer até 21 mil cestas básicas para os que ficaram sem trabalho enquanto durarem as medidas para conter a disseminação do coronavírus (covid-19) na cidade. O cadastro para pedir o auxílio pode ser feito no site http://araguaina.to.gov.br/.

Publicado: Data: 11/04/2020 Autor:Ascom







voltar