.: Prefeitura De Araguaina :.
Quarta-feira, 08 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Ibope faz pesquisa sobre evolução da covid-19

Publicado: Data: 15/05/2020 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Araguaína e mais duas cidades do Tocantins fazem parte da coleta de material nas casas para saber o nível da infecção por coronavírus no Brasil

Por Mara Santos | Foto: Marcos Sandes/Ascom

 O Ibope Inteligência está realizando em 133 municípios do País uma pesquisa para mapear o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Brasil, mesmo as que não têm sintomas. No Tocantins, o trabalho é realizado em Araguaína, Palmas e Gurupi.

Financiado pelo Ministério da Saúde, o estudo é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e executado pelo Ibope por meio da Sirius Pesquisa. O objetivo é medir o nível de imunização da população brasileira ao novo coronavírus e identificar a forma de propagação do vírus pelo País. Com isso, será possível criar políticas públicas mais eficientes no combate à pandemia.

Os pesquisadores iniciaram o trabalho na última quinta-feira, 14, e seguem nesta sexta-feira e seguem até sábado, 16. As visitas serão realizadas em 25 localidades da cidade, cada uma com 10 endereços, totalizando 250 casas visitadas. O morador que aceitar participar da pesquisa assinará um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, que informa os objetivos, procedimentos, sigilo dos dados, voluntariedade de participação, entre outros aspectos.

“Os pesquisadores fazem o teste rápido do morador com apenas uma gota de sangue da ponta do dedo. Se este testar positivo, o teste é feito nos demais moradores da casa. Se não, a pesquisa está concluída naquela residência”, explicou Márcia Santos, gerente operacional da Sirius Pesquisa.

As equipes repetirão o procedimento nos mesmos bairros em mais duas visitas com intervalo de 15 dias para cada retorno.

Segurança
As duplas de entrevistadores estão devidamente identificadas com crachás da empresa Sirius Pesquisa e Ibope, além do uso de equipamentos de proteção individual (EPI), como luvas, máscaras descartáveis, sapatilhas descartáveis, aventais descartáveis e óculos de proteção. 
 
Além disso, terão em mãos frascos de álcool em gel, sacos de lixo infectante e caixas de descarte de materiais hospitalares. Todos os profissionais passaram pelo teste da covid-19 para que pudessem estar aptos a visitar as casas.

Publicado: Data: 15/05/2020 Autor:Ascom







voltar