.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 10 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura dá continuidade ao Programa Araguaína contra a Dengue

Publicado: Data: 03/02/2015 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

O Dia D+1 será realizado no próximo dia 7 na Escola Municipal Simão Lutz, localizada no Setor Araguaína Sul

 

Preocupada em reduzir os casos da dengue e chikungunya em Araguaína, a Prefeitura vai realizar o segundo Dia D contra a doença na manhã do próximo dia 7 de fevereiro, sábado. Equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já se mobilizam para a realização do Dia D+1. A ação do Programa Araguaína contra a Dengue será realizada na Escola Municipal Simão Lutz, no Setor Araguaína Sul, um dos bairros que mais registrou casos de dengue na cidade e onde o risco da dengue é maior. A intenção é convidar alunos, pais e a comunidade em geral.

 

De acordo com a diretora do CCZ, Monalisa Sousa, devem ser montados locais que representam possíveis criadouros do mosquito mostrando os riscos da dengue, os cuidados em não deixar água paradas em pneus e serão realizadas apresentações de fantoches. “O objetivo do evento é sensibilizar e conscientizar a população no combate à dengue”, disse, acrescentando que serão distribuídos panfletos de orientação sobre as duas doenças.

 

Além disso, serão ministradas palestras e concurso de desenhos, para informar a população sobre a incidência de casos de dengue neste período chuvoso.

 

Evolução

Os casos confirmados de dengue diminuíram cerca de 2%. De 494 casos em 2013 para 485 no ano passado. No entanto, em 2013 foram registradas duas mortes por causa da doença e, no ano passado, não foi registrada nenhuma. Entre as ações que contribuíram para esta redução está a ampliação da área de cobertura de imóveis. “Em 2014, Araguaína teve apenas casos normais de dengue, não foram registrados casos de dengue com sinais de alarme nem dengue grave”, revelou a diretora do CCZ, Monalisa Sousa. 

Publicado: Data: 03/02/2015 Autor:Ascom







voltar