.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 05 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Saúde debate redução da mortalidade materno-infantil em Fórum Perinatal

Publicado: Data: 26/05/2015 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

No evento, representantes de Araguaína e outros 16 municípios discutem melhores condutas para a saúde da mulher e da criança

 

Com o objetivo de criar um comitê para reduzir a mortalidade materna, fetal e infantil da região, acontece nesta quarta-feira, dia 27, o 3º Fórum Perinatal da Região de Saúde da Região Médio Norte Araguaia, das 8h ao meio-dia, no auditório da OAB, em Araguaína. A fim de promover a saúde e a qualidade de vida da mulher e da criança, participam também do evento, aberto à comunidade em geral, todas as instituições ligadas à saúde da cidade, bem como representantes das secretarias municipais de saúde de outros 16 municípios.

 

Durante o Fórum, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Hospital Dom Orione, serão apresentados os indicadores de mortes maternas e infantis dessa região. O evento também contará com a apresentação da importância da investigação e a construção da Comissão Municipal de Prevenção de óbitos maternos, fetais e infantis.

 

“O Fórum também tem como objetivo discutir a assistência materno-infantil e operacionalizar a Rede Cegonha, que consiste em uma rede de cuidados que visa assegurar à mulher o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada”, destacou Lanna Nóbrega, responsável pelo Programa Pré-Natal da Secretaria da Saúde de Araguaína.

 

Desafio

A Região Norte se constitui como uma das regiões que possui a maior prevalência em mortalidade materna no Brasil, sendo considerado um desafio para os serviços de saúde e a sociedade como um todo, onde as altas taxas encontradas se configuram um grave problema de saúde pública.

 

Mais informações podem ser obtidas pelo (63) 3411-7083, ou pelo e-mail [email protected].

Publicado: Data: 26/05/2015 Autor:Ascom







voltar