.: Prefeitura De Araguaina :.
Quinta-feira, 09 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Mobilização de combate ao Aedes aegypti é realizada em Araguaína

Publicado: Data: 25/10/2017 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Está sendo feito mutirão nos setores e rodas de conversas em escolas, conscientizando sobre cuidados para evitar a proliferação dos mosquitos transmissores da dengue, Chikungunya, zica e calazar

Por: Gláucia Mendes/ Foto: Divulgação  

A Prefeitura de Araguaína realiza mobilização de combate aos mosquitos Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, e Palha, transmissor da leishmaniose visceral (calazar). Acontecem em diversos setores palestras, rodas de conversa e mutirões. Hoje, 24 quem recebe as equipes são estudantes do Instituto Carlos Chagas (Incar), no Setor Alaska, às 15h30.

Nas escolas são realizadas apresentações teatrais com fantoches, com a equipe de Educação em Saúde, da Secretaria da Saúde. Não acumular garrafas, pneus e outros itens, locais que o mosquito Aedes se prolifera, além da limpeza constante retirando folhas do quintal evitando o mosquito Palha, são dicas repassadas de forma dinâmica pelas equipes. 

Mutirão

Os agentes de combate a endemias da Vigilância em Saúde do Município se organizaram em equipes e estão percorrendo 19 setores, realizando conscientização com moradores e eliminado locais que podem acumular água em 716 quarteirões.
No mutirão realizado nesta terça-feira 24, equipes já visitaram 134 quarteirões e foram inspecionados 1.999 imóveis, eliminado 25 focos. A ação é organizada pela Secretaria da Saúde em parceria com a Secretaria da Assistência Social do Município.


Dados das doenças

Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), de janeiro a outubro de 2017, já foram registrados 1.186 casos de dengue em Araguaína. Estão sendo investigados 142 casos do vírus Zica e 492 de febre chikungunya.

De acordo com os dados do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), em 2008 foram 3.834 casos positivos em cães; em 2012, foram 2.535 casos confirmados. Em 2016, foram 2.342 casos confirmados; neste ano, até abril, foram 819.

A febre amarela urbana registrou sete casos suspeitos no Tocantins, sendo um desses em Araguaína.

 

Serviço

O quê? Mobilização de combate aos mosquitos Aedes aegypti e Palha;

Quando e onde? Hoje 25 às 15h30, No Instituto Carlos Chagas (Incar) e na quinta-feira, 26, no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), às 10h e às 16h.

Publicado: Data: 25/10/2017 Autor:Ascom







voltar