.: Prefeitura De Araguaina :.
Terça-feira, 14 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol o dia todo sem nuvens no cau. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens. | Mínima: 18ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Construção do prédio comercial da Nova Feirinha segue em ritmo acelerado

Publicado: Data: 04/04/2019 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Estão em execução a perfuração e concretagem das estacas e blocos de fundação. Novo prédio terá boxes, elevador e praça de alimentação, com estacionamento e acessibilidade

Por Mara Santos | Foto: Marcos Filho Sandes

Seguem em ritmo acelerado as obras de construção do Mercado Municipal da Nova Feirinha. Com a conclusão da terraplanagem, as obras chegam agora à fase de perfuração e concretagem das estacas e blocos de fundação.

“Na sequência será executado o gabarito com a locação da implantação do pavimento térreo, muros de arrimo e calçadas do entorno do empreendimento”, explicou o arquiteto e urbanista José Guimarães, autor do projeto e que acompanha a fiscalização da obra.

O Mercado Municipal da Nova Feirinha contará com boxes comerciais, banheiros, elevador, praça de alimentação e setor administrativo. O prédio também contará com estacionamento e rampas de acessibilidade.

Revitalização

O processo de revitalização da região da Feirinha foi iniciado em junho de 2017. Após a conclusão dos acordos de desocupação dos 82 imóveis do primeiro quarteirão, foi executada a demolição da primeira etapa.

No espaço desocupado, será implantado o novo Mercado Municipal cuja construção é executada pela AP Empreendimentos Eireli, com investimentos na ordem de R$ 4.016.662,12, oriundos de uma emenda da senadora Kátia Abreu, com contrapartida de 10% do Município.

Concluído o novo mercado, os feirantes que estão hoje no prédio atual terão prioridade para realocação aos novos guichês. Enquanto os espaços deixados poderão ser usados pelos comerciantes que desocuparão a segunda etapa do projeto.

A equipe da Prefeitura também realizou trabalhos sociais no local, como conscientização e condução dos dependentes químicos para tratamentos de forma voluntária. De acordo com a Polícia Militar, a violência que existia na região já diminuiu consideravelmente.

Próximos passos 

O segundo e terceiro quarteirões da Feirinha serão destinados à construção de uma praça e do Complexo de Delegacias da Polícia Civil. Os 72 imóveis que compõem os dois quarteirões já foram avaliados pela Defesa Civil e contam com o Parecer Técnico de Vistoria e Avaliação das Benfeitorias, que serão devidamente indenizadas.

Foi formada uma comissão com cinco representantes dos moradores para acompanhar todo o andamento do processo, que também é acompanhado pela Defensoria Pública Estadual (DPE).

O próximo passo será o encaminhamento dos processos para o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), que agendará as audiências individuais de conciliação. Somente após os acordos é que será iniciada a revitalização dos próximos quarteirões.


Publicado: Data: 04/04/2019 Autor:Ascom







voltar