.: Prefeitura De Araguaina :.
Sábado, 11 De Julho De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 21ºC | Máxima: 34 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Dimas concede bônus salarial aos servidores da linha de frente da covid-19

Publicado: Data: 15/05/2020 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Médicos, odontólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, entre outros profissionais que fazem parte do combate à doença receberão aumento já neste mês

Por Marcelo Martin - Foto: Marcos Sandes/Ascom

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, concedeu bônus salarial aos 212 servidores municipais que estão na linha de frente contra a covid-19. A partir deste mês, já serão gratificados profissionais como médicos, odontólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, motoristas, entre outros que têm contato direto com casos confirmados.
 
“É importante valorizar esses profissionais que estão se doando, se colocando como até uma grande possibilidade de adquirir a doença”, afirmou o prefeito. Os recursos estão garantidos por meios de emendas parlamentares destinadas ao combate à covid-19 na cidade. Entre as emendas está a do deputado federal Tiago Dimas, que colabora com R$ 2 milhões.
 
Cada categoria receberá um valor diferente, sendo percentualmente proporcional ao salário mensal. Para os médicos o bônus é de R$ 1.300, para os odontólogos e enfermeiros de R$ 800, técnicos em enfermagem têm gratificação R$ 400 e demais profissionais ganham R$ 300.
 
Como funciona o isolamento social
Para que o trabalho desses profissionais seja cada vez mais efetivo, é preciso que a população respeite o isolamento e distanciamento social. No caso da covid-19, estudos apontam que cada infectado pode transmitir o vírus para uma média de 2,5 a 3 pessoas, o que leva a uma progressão bem rápida, em torno de 60 mil casos em dois meses, considerando a transmissão no 5° dia pós-contágio.
 
O isolamento social reduz o número de pessoas com quem cada infectado terá contato, diminuindo a velocidade de propagação da doença, o chamado achatamento da curva de crescimento. Com isso, o número de casos simultâneos cai, evitando a sobrecarga da rede hospitalar, havendo disponibilidade de leitos e equipamentos proporcionais ao número de casos.
 
Consciência coletiva
Desde o dia 5 de maio, entrou em vigor em Araguaína o Decreto Municipal nº 223, com medidas ainda mais restritivas para manter o isolamento social. “Alguns querem, como todos nós, o fim da pandemia. Só que não querem colaborar para isso. Sem a colaboração de todos, poderemos ter sérios problemas na rede hospitalar.”, alertou à época o prefeito.
 
Em levantamentos realizados pela Secretaria Municipal da Saúde, os jovens são os mais infectados pela doença na cidade, chegando a 90% das confirmações. As festas em chácaras e residências envolvendo jovens tiveram registros crescentes de denúncias em Araguaína.
 
Como medida mais rígida para contenção do avanço da covid-19 entre esse público, o prefeito Ronaldo Dimas tornou proibido o consumo de bebida alcoólica por meio do Decreto Municipal nº 222, de 28 de abril.
 
Ainda segundo o decreto, aglomerações com mais de oito pessoas ficaram proibidas, excluídos os moradores, em qualquer propriedade.

Publicado: Data: 15/05/2020 Autor:Ascom







voltar